O PORQUÊ DE DIZERMOS AI MEU DEUS

É sempre bom lembrar que Jesus Cristo veio à Terra acabar com o politeísmo, a crença em vários deuses e divindades, nos mostrando e provando que Deus é Uno, único no seu gênero ou espécie, singular, um, sem partes, indivisível.

Deus é Oni, palavra que significa Todo. Onisciente, porque possui todo o conhecimento, toda a ciência. Onipresente, porque está presente em toda parte. E Onipotente, porque pode todas as coisas.

Deus não é quem, e sim, o que.

Mas se a expressão “Ai meu Deus!” fosse criada e usada antes de Cristo, explicaria que a pessoa que a pronunciasse estaria clamando pelo deus dela, o que ela acreditava, seja o do vento, dos mares, das montanhas, das matas, da fartura, isto sem falar nas deusas gregas, nórdicas, indianas, celtas, romanas...

“Ai, meu Deus!” Não, a expressão não foi

OS LEDNETS E LEDNAUTAS DO BEM

Enquanto há pessoas que fazem parte de grupos de Watsapp de família, colegas de trabalho, de fofocas ou até mesmo de contatos para sexo imediato, muitas vezes vivendo momentos de desarmonia, há quase 200 pessoas fazendo parte do grupo LEDnets & LEDnautas do Bem. Algumas são convidadas, outras se apresentam e são aceitas.

O grupo é composto somente de Gente do Bem, positivista onde é proibido política partidária, imoralidade e discussão sobre qualquer postagem. Lá cada integrante posta o melhor de si por um mundo melhor. É um jardim onde todos plantam boas sementes de Amor, Paz e Alegria. Afinal, plantamos o que queremos colher nesta vida.

Os LEDnets &LEDnautas são artistas, donas de casa, jornalistas, empresários, enfermeiros, católicos, evangélicos, espíritas kardecistas, negros, brancos, ricos, pobres... Se o integrante

VAI UMA VAGA NUMA ACADEMIA DE LETRAS AI?

Nunca em tempo algum se viu tanta demonstração de vaidade de alguns que se dizem intelectuais.

Para começar vale dizer que o verdadeiro intelectual não é o poeta nem o contador de histórias, pois o primeiro escreve sobre seu universo sentimental ou visões e o segundo escreve sobre a vida dos outros.

O verdadeiro intelectual é o leitor, que lê sobre o que todos escrevem e ganham a capacidade de julgar e adotar o melhor para si.

Aqui entre nós

GORJETA É O MESMO QUE OS 10% COBRADOS NAS CONTAS DE SERVIÇOS?

O líder do governo na Câmara, deputado André Moura (PSC-SE), comemorou a aprovação, terça-feira (21 de fevereiro), do substitutivo do Senado para o projeto de lei 252/07, que regulamenta o rateio da gorjeta. 

De acordo com o substitutivo aprovado, a gorjeta cobrada por bares, restaurantes, hotéis, motéis e estabelecimentos similares não é receita própria dos empregadores e se destina aos trabalhadores, devendo ser distribuída segundo critérios de custeio e de rateio definidos em convenção ou acordo coletivo de trabalho.

O líder André, que encaminhou a votação a favor da proposta, afirmou que o projeto faz justiça aos trabalhadores. “Não é justo que

A ERA DO SEXO E DA SOLIDÃO

Acompanhando a evolução dos seres humanos, através da leitura antes de livros impressos, hoje em PDF e até mesmo em trechos sintetizados nas redes sociais, vimos que as transformações são constantes em todos os campos. Mas vamos focar aqui a questão da sexualidade e da solidão tão notáveis nos dias atuais.

Se perguntarmos à pessoas solitárias se eles desejam amar e serem amadas por alguém intimamente, elas dirão que Sim, mas logo acrescentam seus pré-requisitos, que vão dá beleza estética até uma boa conta bancária ou bom emprego. E isto no passado eram pré-requisitos dos pais para “dar a mão” de suas filhas aos pretensos noivos.

Hoje esses pré-requisitos servem para ambos os sexos. As mulheres seguem o pensamento dos pais do passado. E os homens, antes provedores dos lar, agora querem